-------- PUBLICIDADE --------
8 de janeiro de 2021
Política

Com revelações contra Temer e Maia, livro de Eduardo Cunha sobre impeachment fica pronto

Foto Reprodução

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha concluiu o seu livro, considerado uma “bomba”, sobre o impeachment de Dilma Rousseff capitaneado por ele em 2016.

“Tchau Querida, o Diário do Impeachment” narra o caminho que levou à destituição da presidente, reconstituindo as articulações e os conchavos do dia a dia, com detalhes de bastidores do processo.

De acordo com a revista Veja, no livro Cunha fala da atuação dos petistas no período, do então juiz da Lava Jato Sergio Moro e do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Dois personagens, porém, são especialmente “dissecados”, diz a publicação. O primeiro deles é Michel Temer, seu ex-aliado, pintado como o grande conspirador da queda de Dilma. Cunha conta com detalhes como o então vice-presidente atuou ativamente para tomar o lugar da petista.

O segundo, o sucessor do peemedebista na presidência da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, ainda hoje no cargo. Eduardo Cunha descreve o parlamentar do Democratas como um personagem desesperado pelos holofotes do impeachment.

O livro, de 740 páginas, está em fase de revisão do texto. Três editoras manifestaram interesse na publicação da obra, com a Matrix Editor à frente na disputa.


8 de janeiro de 2021
Justiça

Operação Faroeste: Desembargadora presa entrega lista com 58 envolvidos no esquema de venda de sentenças

Foto: Reprodução

A desembargadora Sandra Inês Moraes Rusciolelli, presa em regime domiciliar desde setembro do ano passado durante a Operação Faroeste, teria incluído, em seu acordo de delação premiada, 58 nomes envolvidos no esquema de venda de sentenças no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

De acordo com a coluna Satélite, do jornal Correio, a informação consta em uma petição apresentada à Procuradoria-Geral da República (PGR) pela defesa da magistrada.

Ainda segundo a publicação, na lista, estariam 12 desembargadores, sendo que sete deles já são formalmente investigados na Operação: José Olegário Monção Caldas, Maria das Graças Osório Pimentel Leal, Ligia Maria Ramos Cunha, Ivanilton Santos Silva, Ilona Marcia Reis e os ex-presidentes do TJ Gesivaldo Britto e Maria do Socorro Barreto Santiago, sendo que os três últimos nomes cumprem prisão preventiva por ordem do Superior Tribunal de Justiça (STJ).


8 de janeiro de 2021
Bahia

Músicos de Porto Seguro fecham BR-367 em protesto contra proibição de shows com mais de 200 pessoas

Foto : Reprodução/TV Bahia

Um grupo de músicos de Porto Seguro, no sul da Bahia, interditou os dois sentidos da BR-367 na manhã de hoje (7) para protestar contra o decreto estadual que proíbe shows com público acima de 200 pessoas. A medida foi prorrogada até o dia 15 deste mês devido à pandemia da Covid-19.

De acordo com o G1, os músicos exibiram cartazes pedindo para voltarem ao trabalho, queimaram pneus e impediram a passagem dos motoristas durante cerca de uma hora.

A Secretaria de Comunicação do Estado da Bahia (Secom-BA) informou, em nota, que os profissionais da cultura têm apoio assegurado pela Lei Aldir Blanc, que determina o pagamento de cinco parcelas de R$ 600 em um auxílio aprovado pelo governo federal.


8 de janeiro de 2021
Informe Publicitário


8 de janeiro de 2021
Bahia

Eleições 2022: Atrito entre PSD e PP na Assembleia expõe governador Rui Costa

Foto Sudoeste Acontece

O governador Rui Costa (PT) parece ter se metido numa camisa de sete varas no episódio da disputa pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia, uma arenga que ainda vai se arrastar pelo menos por um mês até a data em que os deputados finalmente se reunirão para escolher, pelo voto em plenário, o sucessor do atual presidente, Nelson Leal (PP). Pelo que confirmou a jornalistas, de fato, Rui avalizou um acordo pelo qual o PP deveria apoiar o PSD para a sucessão de Leal, mas o acerto, depois de contestado pelo primeiro partido, ao que se constata, entrou pelo ralo.

A disputa teria um contorno mais simples se não colocasse em campos opostos os dois principais parceiros políticos do PT no Estado – o vice-governador João Leão, dirigente máximo do PP, e o senador Otto Alencar, presidente estadual do PSD. Otto não aceita o argumento de Leão de que o cenário mudou, inclusive por causa da pandemia, motivo porque ao PP deveria ser dada a oportunidade de suceder Leal, que promoveu uma gestão saneadora na Casa reconhecida por Rui. Por esta razão, o líder do PSD reivindica o cumprimento do acordo, alegando que foi avalizado pelo governador baiano.

Mas, independentemente da pressão exercida pelos dois caciques em favor de suas próprias teses e da disputa em que ambos voluntariamente já se colocaram, com repercussões para o ano da sucessão estadual, de 2022, em que é certo que estarão em uma das duas chapas majoritárias que concorrerão – a do governo ou a da oposição -, quem acabou colocado na posição mais delicada é o governador. Talvez por inexperiência ou pela prosaica falta de intimidade com a política, Rui deixou-se enredar numa situação que, em tese, caberia apenas a dois partidos adultos e vacinados da base dirimir.

Agora, é a autoridade dele que está em xeque, independentemente da posição que venha a tomar. A bem da verdade, da exigência original de que fizesse prevalecer o acordo, o que em tese o levaria a obrigar o PP a acatar o acerto, as legendas evoluíram para uma outra demanda, na qual se dividem entre um pedido para que ele mantenha a neutralidade ou entre em campo por um dos candidatos, no caso Adolfo Menezes, do PSD, por quem tem, de fato, manifesta preferência. O que os que exigem seu envolvimento na disputa não podem desconsiderar, no entanto, é, primeiro, que os dois partidos são igualmente da base.

E, segundo, que ele comporta uma incongruência, qual seja, a de participação do governador numa decisão que cabe a um Poder independente, com o qual a convivência do executivo deve ser harmônica e, portanto, respeitosa. Além disso, falta ao governador o que seria a motivação principal para ingressar na disputa, o que o implica no risco de se desentender com o parceiro contra o qual se voltar na eleição ao Legislativo: o principal adversário de Adolfo, Niltinho, apresentado pelo PP, não é um deputado da oposição. Mais uma prova de que Rui se meteu numa baita trapalhada.


8 de janeiro de 2021
Esportes

Ex-presidente da FIFA, Joseph Blatter é internado em estado grave

Foto Reprodução

O ex-presidente da FIFA, Joseph Blatter, de 84 anos, foi hospitalizado nesta quinta-feira (7), na Suíça. A família não informou o motivo da internação.

Segundo o jornal suíço “Blick”, o estado de saúde dele é grave, mas ele não corre risco de morte.

“Meu pai está no hospital. Ele está melhorando a cada dia. Mas ele precisa de tempo e descanso. Em nome da minha família, peço privacidade”, disse a filha de Blatter, Corine, ao diário suíço.

Presidente da FIFA por dezessete anos, Blatter renunciou em 2015.


8 de janeiro de 2021
Brasil

Caminhoneiros planejam nova paralisação para fevereiro

Foto Rede Acontece

A categoria dos caminhoneiros, através de entidades representantes, planeja uma nova paralisação geral, em todo o Brasil, que deve ser realizada no dia 1º de fevereiro. A decisão inicial foi tomada na Assembleia Geral Extraordinária do Conselho Nacional de Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), realizada na última terça-feira (5).

São diversas as reivindicações da categoria, sendo a principal contra a alta no valor dos combustíveis, considerada abusiva. Entre outras pautas, os caminhoneiros também buscam o estabelecimento de um piso mínimo de frente para o transportador autônomo, aposentadoria especial, marco regulatório do transporte e uma fiscalização mais atuante da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

De acordo com o presidente do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado da Bahia (Sindicam-Ba), Jorge Carlos, existem apenas 16 fiscais da ANTT, responsáveis pela fiscalização na Bahia e em Sergipe.

Para Carlos, não haverá grande aderência da categoria na Bahia. “São 35 mil caminhoneiros da Bahia cadastrados na Agência Nacional de Transportes Terrestres. Se muito for, talvez, apenas 10% participem da paralisação. Além disso, não podemos confirmar a nossa participação na paralisação, pois depende da decisão, em reunião com nossos superiores em Brasília. A gente é favorável, mas desde que tudo esteja claro e faça sentido para a categoria. Não vamos abraçar uma causa que não tenha consistência. Como Sindicato não vamos colocar a cara e prejudicar a classe. Uma andorinha só não faz verão”, afirma Carlos.


8 de janeiro de 2021
Informe Publicitário


8 de janeiro de 2021
Cidades

Sírio Libanês divulga novo boletim sobre saúde de Herzem Gusmão

Foto Sudoeste Acontece

O Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, divulgou no fim da tarde desta quinta-feira (7), um novo boletim sobre o estado de saúde de Herzem Gusmão (MDB), prefeito de Vitória da Conquista. Ele foi diagnosticado com a Covid-19 no dia 7 de dezembro e está hospitalizado desde o dia 18, quando se licenciou do cargo após apresentar uma lesão pulmonar.

Segundo a informação, o paciente continua internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para otimização da assistência ventilatória e apresenta um quadro clínico estável. O boletim informa ainda que não há previsão de alta médica.


8 de janeiro de 2021
Bahia

PT ainda não anunciou quem apoiará para Presidência da Assembleia Legislativa

Foto Sudoeste Acontece

Com eleição marcada para dia 2 de fevereiro, o PT, do governador Rui Costa, ainda não definiu quem apoiará para presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). Atualmente o cargo é ocupado pelo pepista Nelson Leal.

O próprio Rui tem defendido que o acordo feito com o PSD, que garantiria o deputado Adolfo Menezes na presidência da Casa, seja mantido. Porém, seu partido ainda não deu sinais se vai mesmo com Menezes ou apoiará o nome de Niltinho (PP), candidato do vice-governador João Leão. Ele tem dito que não abrirá mão da candidatura de Niltinho para compor com Menezes.

Um deputado ouvido pelo bahia.ba afirmou que a demora no anúncio de apoio tem incomodado a bancada petista na Casa. “Tem que sinalizar, o governador já disse que quer o acordo, mas não conversa com a bancada. Vi o nome de Niltinho crescendo nos últimos dias, mas Adolfo também está no páreo. O PT tem que agilizar logo isso, é importante”, reclamou o parlamentar.

Já a oposição, ainda não definiu quem apoiará. O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), disse ao bahia.ba que almoçou com o líder da oposição na Alba, Sandro Régis, para começar a articular o posicionamento da bancada oposicionista no pleito.

“Sobre a Assembleia, ontem eu almocei com o nosso líder Sandro Régis, e qual foi a tese que nós defendemos? Primeiro, a unidade. Hoje a oposição tem 17 deputados, menos de um terço da Casa. Mas, a eleição passa pela oposição. A tese foi, vamos decidir em conjunto, unidos, vamos unificar a decisão, para ser uma decisão da bancada. Essa foi a orientação que eu dei ao líder Sandro Régis, para que ele pudesse construir esse sentimento de unidade e eles unidos tem a capacidade de decidir quem será o próximo presidente. A minha sugestão é: se fechem em ás de copas”, contou Bruno, que afirmou que com uma disputa aberta na base do governo, a oposição decidirá o próximo presidente da Alba.