-------- PUBLICIDADE --------
3 de outubro de 2019
Caetanos

Guanambi: acidente envolvendo ônibus de universitários de Caetité deixa saldo de quatro pessoas mortas na BR-030

Foto: Reprodução

Três alunos universitários, sendo um rapaz e duas moças e o motorista morreram e vários outros ficaram feridos após acidente envolvendo um ônibus da empresa Lívia Tur de Caetité e um caminhão que estaria desgovernado e invadindo a pista contrária atingindo o ônibus que transportava os estudantes universitários. O acidente foi registrado na noite da última quarta-feira (02), na BR-030, nas proximidades da Fazenda Verde Vale, em Guanambi. O ônibus transportava universitários que residem em Caetité e todos os dias fazia esse trajeto Caetité/Guanambi. Varias unidades de socorro do SAMU foram deslocadas ao local. os feridos foram encaminhados ao Hospital Regional de Guanambi. Três corpos foram identificados  inclusive o motorista do ônibus. O estado de saúde dos mesmo não foi divulgado. O motorista, Roberto Gonçalves Teixeira, o Roxo de 68 anos, Jovem Thaís Araujo, Thaís era funcionária de uma rede de supermercado em Caetité e cursava ciências contábeis, outra vítima identificada Klausten Lima, jovem é filho do locutor Pedro Silva, que trabalha na Rádio Educadora 100,7 FM em Caetité.


24 de abril de 2019
Caetanos

Prefeitura é investigada por suposta irregularidade no uso de recurso do Fundeb

Foto Reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) investiga supostas irregularidades na aplicação dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) pela prefeitura de Caetanos, no centro-sul baiano. As informações estão em uma portaria publicada nesta quarta-feira (24), assinada pelo procurador da República Roberto Doliveira Vieira, que analisa uma “relação de servidores indevidamente incluídos na folha do Fundeb”. Ainda de acordo com a publicação, o procurador determinou expedição de ofício ao prefeito Paulo Alves dos Reis (PCdoB), para que se manifeste a respeito da possível irregularidade. Segundo a legislação que regulamenta a destinação dos recursos do Fundeb, 60% do valor deve ser destinado para a remuneração dos profissionais do magistério em efetivo exercício na educação básica pública, com vínculo contratual em caráter permanente ou temporário.