-------- PUBLICIDADE --------
20 de novembro de 2023
Cidades

CIPE Central derruba três suspeitos em Jequié após furar bloqueio

Por Washington Tiago

Três suspeitos morreram em confronto com a Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE Central) na tarde deste domingo (19), no município de Jequié. A guarnição realizava uma blitz, próximo à localidade de Baixão de Jequié, na BA-555, estrada que liga a BR-116 ao município de Lafaiete Coutinho.

O automóvel com os suspeitos furou o bloqueio ao avistar os policiais. Houve perseguição e troca de tiros. Os suspeitos alvejados foram socorridos ao Hospital Geral Prado Valadares (HGPV). O médico plantonista confirmou as mortes.

A região onde ocorreu o confronto é conhecida como rota do tráfico de drogas. Jequié é a cidade mais violenta do estado, segundo mapa da violência. O tráfico de drogas e as rivalidades de facções criminosas no município são as principais causas do alto índice de violência na cidade.


11 de outubro de 2023
Cidades

Vereadores de Jequié aprovam moção de repúdio contra Antônio Brito após atrito em palanque

Vereadores de Jequié aprovaram uma moção de repúdio contra o deputado federal Antônio Brito (PSD), após a irritação do parlamentar durante a inauguração da Unacon (Unidade de Alta Complexidade de Oncologia), onde dividiu palanque governista com o prefeito da cidade, Zé Cocá (PP). A Câmara Municipal aprovou o documento por 13 votos favoráveis contra quatro, e uma abstenção.

Em nota, os parlamentares classificaram o comportamento de Antônio Brito como “inadequado, deselegante e desrespeitoso.”

No documento, os parlamentares repudiaram as palavras do pessedista, que na oportunidade, proferiu diversos xingamentos ao lado da primeira-dama do município, Patrícia Miranda, que também ocupa o cargo de secretária de Desenvolvimento Social. O atrito foi presenciado pelo governador Jerônimo Rodrigues (PT).

Votaram a favor da moção os vereadores Soldado Gilvan (Republicanos), Cida (PT), Colorido (PP), Júnior Braga (PDT), Marcinho (PDT), Gutinha (PP), Duda Simões (PSB), Bui Bulhões (Podemos), Walmiral Marinho (PP), Ziel Cavalcante (PP), San David (PSD), Marcos do Ovo (SD) e Joaquim Caíres (Podemos). Os quatro edis que votaram contra o documento foram João Paulo (PSD), Moana Meira (PSD), Sidney Magal (PSD) e Ivan do Leite (UB). O vereador Ramon Fernandes (PDT) se absteve da votação.

Na mesma sessão também foi votada uma moção de aplauso ao deputado federal que não foi aprovada pela Casa Legislativa.

O desentendimento entre Brito e Zé Cocá aconteceu na última sexta-feira (6). O gesto de insatisfação do parlamentar deve-se a presença do prefeito que não caminha ao lado do governo desde as eleições de 2022, quando houve ruptura do PP e a gestão Rui Costa. À época, o chefe do Executivo de Jequié optou fazer campanha para o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), e foi de contra a candidatura de Jerônimo (PT), atual governador.


8 de outubro de 2023
Cidades

Leur Lomanto Jr presta solidariedade ao prefeito a primeira dama deJequié por agressões verbais de Antônio Brito

O deputado federal Leur Lomanto Jr (União Brasil), prestou solidariedade ao prefeito de Jequié, Zé Cocá (PP) e a primeira-dama, Patrícia, pelos xingamentos proferidos pelo deputado federal Antonio Brito (PSD), durante a solenidade de entrega da Unidade de Oncologia (Unacon), em Jequié, ontem (06).

No palanque, ao lado de autoridades do estado e do município, Antonio Brito constrangeu os presentes, que puderam ver os gestos agressivos, com palavrões, numa cena que chamou a atenção de todos.

“Não houve consideração a um momento tão importante para Jequié, onde se deve celebrar a união em prol de uma ação. O que se pôde ver com aquela cena foi uma falta de respeito ao prefeito, à primeira-dama, às mulheres e todos que estavam ali presentes. Ao invés de a preocupação ser a de levar recursos e obras que contribuam com a cidade, se incita um clima de disputa, com desrespeito. Lamentavelmente, essas atitudes não contribuem em nada com o processo democrático e com a perspectiva de uma visão, que deve ser unificada no sentido de buscar mais benefícios para a nossa cidade”, afirmou Leur Lomanto Jr.


7 de agosto de 2023
Cidades

Jequié é tricampeão da Série B do Campeonato Baiano 

Por Washington Tiago

O Jequié é tricampeão da Série B do Campeonato Baiano. O time derrotou o Jacobina neste domingo (6), por 1 a 0, no Estádio Waldomiro Borges. Esta foi a terceira vez que a equipe conquista a Série B. As outras vezes foram 1992 e 2017.  

A diretoria da Federação Bahiana de Futebol (FBF) entregou a premiação aos campeões e vice-campeões da Série B. Os dois times retornam à Série A do Campeonato Baiano de Futebol.  


20 de julho de 2023
Cidades

Auditoria do TCM aponta superfaturamento em serviço de limpeza urbana em Jequié

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) acataram, na sessão desta quinta-feira (20), o relatório da auditoria realizada na Prefeitura de Jequié, durante a gestão do ex-prefeito Luiz Sérgio Suzarte Almeida (PT), no exercício de 2017.

Os dados referem-se a prestação dos serviços contratados com a empresa “Locar Saneamento Ambiental”, que forneceram limpeza urbana e operação de aterro sanitário ao município. No contrato ao empreendimento, os conselheiros constataram superfaturamento nos valores.

Durante a sessão, de relatoria do conselheiro Nelson Pelegrino, foi apontado que o pagamento de serviço de operação de aterro sanitário teve quantidade de toneladas superior ao peso efetivamente recolhido como resíduo sólido domiciliar. Além disso, houve pagamento superior ao atestado através dos tickets de balança disponibilizados na ocasião da inspeção in loco.

As irregularidades foram apontadas através de um relatório técnico, o qual revelaram o uso de R$133.470,73 no Contrato 003/2017 e R$385.158,71 no Contrato 159/2017. Estes valores devem ser devolvidos, por determinação dos conselheiros do TCM, aos cofres municipais.

Além destes, o relator da auditoria também determinou o ressarcimento aos cofres municipais de R$ 518.629,44, com recursos próprios do gestor, que foram pagos pela administração sem a comprovação dos serviços que teriam sido prestados. Na oportunidade, também foi aplicado ao ex-prefeito uma multa no valor de R$3 mil. A decisão cabe recurso.


20 de julho de 2023
Bahia

Jequié é a cidade mais violenta do Brasil

João Pedro Pitombo/Folhapress

O estado da Bahia concentra seis das dez cidades grandes e médias que tiveram maior taxa de mortes violentas intencionais em 2022, apontam dados do anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública divulgado nesta quinta-feira (20).

O levantamento revela que Jequié (a 370 km de Salvador) foi a cidade brasileira com maior média de assassinatos proporcional à sua população, atingindo um patamar de 88,8 mortes por cada 100 mil habitantes. Outras três cidades baianas aparecem na sequência encabeçando a lista: Santo Antônio de Jesus, Simões Filho e Camaçari.

Completam a relação das cidades mais violentas, na ordem, Cabo de Santo Agostinho (PE), Sorriso (MT), Altamira (PA), Macapá (AP), Feira de Santana (BA) e Juazeiro (BA).

O levantamento leva em conta os municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes, o que inclui cidades grandes e médias, segundo tipologia usada pela ONU (Organização das Nações Unidas).

Para chegar ao número de mortes violentas, são somados os indicadores de homicídios, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte, policiais militares e civis vítimas de mortes violentas e mortes decorrentes de intervenção policial.

Levando em conta os 50 municípios mais violentos dentre aqueles com mais de 100 mil habitantes, 27 são cidades da região Nordeste. Outras 11 são de estados da região Norte, 6 do Sudeste, 5 do Sul e 1 do Centro-Oeste. Apenas quatro capitais compõem a lista: Macapá, Salvador, Manaus e Porto Velho.

A despeito da concentração no Nordeste, a região, ajudou a puxar a redução no número de mortes violentas em 2022, com queda nos indicadores em seis estados: Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe.

Na Bahia, estado com maior número absoluto de mortes violentas do Brasil desde 2019, houve uma queda de 5,9% no nas ocorrências, saindo de 7.069 casos em 2021 contra 6.659 no ano passado.

Os indicadores, contudo, mostram um espraiamento da violência por cidades do interior do estado, superando uma concentração que anteriormente existia em Salvador e região metropolitana.

“Esse movimento de interiorização da violência letal chegou ao Nordeste e deve chegar também no Norte. É um processo que a gente está entendendo, mas que sinaliza para novos arranjos das facções criminosas”, afirma Renato Sérgio de Lima, diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Ele destaca que este movimento sinaliza que o poder público está conseguindo dar respostas à violência letal nos grandes centros, criando desarranjos e causando um recrudescimento das disputas entre facções em cidades menores.

Em Jequié, cidade que proporcionalmente teve mais mortes violentas intencionais, a escalada da violência é resultado do avanço do tráfico de drogas que desencadeou uma disputa entre grupos criminosos. A cidade, com população de 158 mil habitantes, registrou 142 mortes violentas no ano passado.

O crescimento do número de crimes violentos motivou uma audiência pública na Câmara de Vereadores em setembro do ano passado. Na ocasião, o delegado regional Rodrigo Fernando disse que o avanço da violência era provocado pela disputa por controle do comércio de drogas por facções criminosas.

A disputa escalou após a prisão de um dos líderes do tráfico na cidade em março após uma operação conjunta entre a Polícia Civil da Bahia e de São Paulo. No mês seguinte, o líder do grupo rival foi preso na cidade de Cuiabá (MT).

Em maio, a Polícia Civil chegou a fazer uma operação para combater as ações das duas organizações criminosas que atuam em Jequié. Foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão e duas pessoas foram presas em flagrante.

O cenário é semelhante em outras cidades médias baianas, que viram a violência escalar nos últimos meses. É o caso de Santo Antônio de Jesus, que também enfrenta uma ferrenha disputa de facções.

Na avaliação de Lima, do Fórum, o espraiamento e interiorização da violência tornam ainda mais urgente uma política nacional de segurança pública que integre as ações de União, estados e municípios.

“Política nacional de segurança é diferente de gestão da atividade policial. É preciso coordenar esforços a partir de diretrizes que vêm do Executivo. A polícia não é autônoma, ela tem que seguir um comando político que determine as metas e coordene os esforços”, afirma.

De acordo com ele, é necessário, sobretudo, melhorar a qualidade da investigação no âmbito da Polícia Civil.

A falta de uma política de segurança que fortaleça as ações de prevenção reforça o discurso de enfrentamento ostensivo, que não raro resultam em operações com uso excessivo da força policial.

No ano passado, apontam dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a Bahia foi o estado que mais registrou mortes decorrentes de intervenção policial em números absolutos. Ao todo foram 1.464 ocorrências.

“É legítimo que o policial se defenda, mas é preciso entender os padrões que estão gerando o uso excessivo de força. Esta é a forma mais adequada de garantir mais segurança para a sociedade? Com esses padrões, acredito que não”, avalia Renato Sérgio de Lima.


4 de julho de 2023
Cidades

PF desarticula esquema que desviou mais de R$1 milhão em objetos do Correios de Jequié

Por Washington Tiago

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (4) a operação para desarticular um esquema criminoso que desviava objetos postais do Centro de Distribuição dos Correios (CDD) de Jequié. Desde 2022 que a polícia vem investigando os suspeitos.

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão temporária no município. De acordo com a PF, a Agência dos Correios já indenizaram em R$ 1.045.920,12 para clientes que foram lesados pelo esquema criminoso.

Os alvos dos investigados eram eletrônicos, principalmente aparelhos celulares. Os objetos eram revendidos como se tivessem procedência lícita. O Centro de Distribuição dos Correios de Jequié é responsável pela distribuição de encomendas e postais de toda a região circunvizinha.

Um dos investigados teve R$ 29.444,55 da conta bancária bloqueada pela justiça federal. Segundo o órgão, os investigados podem pegar pena de até 20 anos de prisão, por fraudes no auxílio emergencial durante a pandemia, por descaminho/contrabando, peculato desvio, descaminho e furto mediante fraude. 


26 de junho de 2023
Cidades

Carros estacionados perto de fogueira são incendiados em Jequié

Neste domingo (25), quatro carros pegaram fogo na Praça dos Caçambeiros, situada no Centro de Jequié, localizada no sudoeste do estado da Bahia. Em contrapartida aos prejuízos, até o momento não há registro de feridos.

Testemunhas relataram que um dos veículos estava estacionado ao lado de uma fogueira de São João. Rapidamente, as faíscas atingiram o automóvel, o que gerou um incêndio de grandes proporções. Em seguida, as chamas se espalharam para os outros três automóveis ao lado.

Além disso, um quinto carro teve superaquecimento, porém não chegou a ser incendiado. Por fim, o fogo foi combatido por equipes do 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros, de Jequié, que também realizaram a vistoria dos bens materiais atingidos.


26 de abril de 2023
Cidades

Polícia Rodoviária Federal resgata pássaros nativos em Jequié 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), resgatou nesta terça-feira (25), em uma fiscalização de trânsito, na BR-116, em Jequié, pássaros silvestres. Conforme a Polícia Rodoviária, as aves estavam no veículo Hyundai/HB20, com placas de Capela do Alto Alegre (BA). 

Foram encontradas quatro gaiolas com seis pássaros das espécies Azulão, Bigode e Corrupião. O passageiro de 22 anos, assumiu que as aves era dele e que seguia para o estado de São Paulo. 

Como o passageiro não possuía autorização do órgão ambiental para criação, ele foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Jequié, e deve responder por crime contra o meio ambiente. Os pássaros foram encaminhados aos cuidados do órgão ambiental. 


31 de março de 2023
Cidades

CETAS recebe mais de 300 pássaros silvestres apreendidos pela PRF

Por Washington Tiago

O Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Vitória da Conquista, recebeu diversos pássaros silvestres nesta quinta-feira (30). 

As aves foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-116, em Jequié, com apoio do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). O centro de triagem recebeu 307 pássaros. 

Várias espécies como o pássaro preto, azulão, trinca-ferro, papa-capim, bigodinho, sofrê e canora. Segundo o veterinário do CETAS, Aderbal Azevedo, são aves atraentes pela beleza ou do canto, algumas conseguem até mesmo reproduzir melodias ensinadas por humanos. O veterinário ainda disse que por isso, são animais muito visados no mercado do tráfico. 

De acordo com a equipe do centro de triagem, os pássaros são identificados e avaliados clinicamente. Os que precisam de algum procedimento veterinário ou medicação continuarão recebendo esses cuidados nos próximos dias. À medida que estiverem reabilitados serão devolvidos à natureza, sempre em seu local de ocorrência. 


4 de janeiro de 2023
Bahia

Justiça determina que Chesf assuma responsabilidades por desastre em barragem na região de Jequié

A Procuradoria Geral do Estado da Bahia (PGE-BA) obteve, no Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA), decisão determinando à Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) a apresentação imediata de planos de segurança, de contingência e de recuperação das áreas afetadas pelo desastre decorrente das falhas na administração da Barragem da Pedra, na região do município de Jequié.

Na ação civil pública, protocolada pela PGE-BA, em 30 de dezembro de 2022, ficou demonstrada a responsabilidade da Chesf no descontrole da vazão da barragem, o que provocou inundações em cadeia, com graves consequências no meio ambiente e na vida da população.

A PGE-BA também requereu a imediata prestação de auxílio emergencial e a constituição de um fundo não inferior a R$ 100 milhões, como forma de garantir a responsabilidade integral da Chesf pelos danos socioambientais e às pessoas afetadas pelo desastre. Estes pedidos serão apreciados a partir do dia 6 de janeiro de 2023, quando se encerra o Plantão Judiciário.

Apesar da reconhecida responsabilidade pelos fatos ocorridos, e de ter plena ciência sobre a ação judicial, a Chesf não adotou qualquer providência para mitigar ou reparar os danos.

Consequências

O rio de Contas registrou uma das maiores cheias de sua história no dia 26 de dezembro de 2022. De acordo com a Chesf, o reservatório da Usina Hidroelétrica da Pedra, localizada em Jequié, teve afluência média de 3.100 metros cúbicos por segundo (m³/s) no dia 25 de dezembro.

Em três dias, o volume útil saltou de 65% para 93%. Por conta disso, as comportas precisaram ser abertas para evitar o transbordo total do rio. O procedimento, no entanto, causou alagamentos. As cidades de Jequié e Ipiaú foram as mais afetadas.

Segundo os dados da Chesf, a defluência, ou seja, volume de água liberado pela hidrelétrica, saltou de 95 m³/s no dia 22 de dezembro para 190 m³/s no dia 23. Já no sábado (24), a defluência média foi de 700 m³/s e no domingo chegou a 1.850 m³/s, com liberação superior a 2.000 m³/s em alguns momentos.


27 de dezembro de 2022
Cidades

Jequié faz campanha para recebimento de doações aos desabrigados da enchente

O município de Jequié, no Médio Rio de Contas, sofre os efeitos da enchente que atingiu a cidade no último domingo (25). Com as fortes chuvas que castigam diversas regiões do estado, os rios de Contas e Jequiezinho transbordaram e a cheia, que já é a pior desde 1981, inundou boa parte de Jequié.

Em nota, a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) informou que o Reservatório da Usina da Pedra recebeu um volume de água expressivo sendo necessário, para o controle de cheia do Reservatório, aumentar a vazão que inundou a cidade. Algumas casas ficaram com água até o teto e os moradores perderam tudo.

Com diversas famílias atingidas com a inundação, a Prefeitura de Jequié montou um esquema especial com o objetivo de atender de forma emergencial as pessoas afetadas pelas fortes chuvas. A gestão municipal disponibilizou um ponto para recebimento de doações para as famílias desabrigadas:

As pessoas interessadas em doar, devem se dirigir até a antiga Biblioteca Central, na Avenida Rio Branco, Centro. Neste local, uma equipe estará responsável pelo recebimento dos itens: Roupas, além de materiais de cama, banho, higiene pessoal e alimentos não perecíveis.

Doações em valores deverão ser depositadas na conta bancária específica do Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS):

Banco do Brasil
Agência 060-4,
Conta Corrente 56412-5
CHAVE PIX: CNPJ 18.250.800.0001-26.