-------- PUBLICIDADE --------
13 de abril de 2021
Cidades

Igaporã: Secretário Municipal de Saúde é multado em R$ 50 mil por furar fila da vacina contra covid-19

Foto Sudoeste Acontece

O Secretário Municipal de Saúde de Igaporã, Márcio Fagundes Fernandes, foi multado em R$ 50 mil por ter furado a fila de vacinação contra a Covid-19. O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) ajuizou uma ação de improbidade administrativa em desfavor de Márcio, pois ele não se enquadra nos critérios de vacinação estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e, consequentemente, pelo Ministério da Saúde.

Em sua defesa, Márcio argumentou que se vacinou porque tem frequentado ambientes de risco, por conta de atividades relacionadas à sua pasta. “Valendo-se da posição de secretário Municipal de Saúde, inseriu-se, a si próprio, em subversão à ordem de prioridade posta nos planos nacional e estadual e à margem de critérios objetivos, como figura preferencial na campanha de vacinação e recebeu, de órgão local de saúde pública, dose do escasso lote de imunizante entregue pelo Governo Federal, em afronta à impessoalidade e à moralidade; que deve ser decretada a indisponibilidade sobre tantos bens quantos forem necessários para o ressarcimento integral do dano, para a perda do acréscimo patrimonial indevido; que diante dos indícios da prática de ato de improbidade pelo réu deve ser decretada a indisponibilidade de bens para garantir a satisfação do interesse público aqui tutelado, a decretação da indisponibilidade dos bens do requerido até o montante de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais), equivalente a 10 (dez) vezes a remuneração do gestor”, diz assim um trecho da decisão assinada pela juíza Adriana Silveira Bastos. Além de multa, Márcio ficará impedido de tomar a segunda dose do imunizante.


18 de fevereiro de 2021
Cidades

Igaporã: jovem desaparece no lago da Praça do Forró

Foto Reprodução

O jovem Adenilson de Jesus Silva, de 33 anos, desapareceu nas águas do lago da Praça do Forró, por volta das 16h desta quarta-feira (17), no centro de Igaporã. Segundo testemunhas, ele teria atravessado o lado a nado e ao retornar, pediu por ajuda e submergiu nas águas turvas. Não foi possível socorrê-lo, de acordo com informações de populares repassadas à reportagem da Web Rádio Igaporã.

Adenilson, também é conhecido como Dé. Uma grande aglomeração se formou ao redor do lago desde o momento que a notícia se espalhou na cidade. Uma guarnição do 4º Pelotão da Polícia Militar esteve no local, desde o momento em que foi comunicada sobre o fato. Os policiais saíram somente no início da noite, quando uma equipe do Corpo de Bombeiros de Bom Jesus da Lapa chegou à cidade.

Segundo informações apuradas por nossa reportagem, os bombeiros não entraram no lago por não possuírem equipamentos próprios para o resgate. Para isso, mergulhadores pertencentes ao Corpo de Bombeiros de Vitória da Conquista foram acionados e já se encontram em deslocamento para Igaporã.

Os trabalhos de resgate serão iniciados nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (18), com a equipe de Conquista, em conjunto com os bombeiros de Bom Jesus da Lapa, para onde a unidade móvel retornou após avaliar a situação na Praça do Forró.


13 de fevereiro de 2021
Cidades

Igaporã: Secretário Municipal de Saúde é acusado de fura a fila em vacinação para Covid-19

Foto Sudoeste Acontece

Segundo o promotor de justiça, Jailson Trindade Neves, o Secretário de Saúde Márcio Fagundes da cidade de Igaporã foi “vacinado sem fazer parte dos grupos definidos como prioritários. Esses grupos foram preteridos, segundo o promotor, quando o Secretário permitiu que outras pessoas também recebessem a dose de vacina de forma irregular.

“Como as vacinas chegam gradativamente, em pequenas quantidades, sobretudo por se tratar de Município de pequeno porte no interior do estado, é imperioso que o Município desenvolva o seu Plano de Vacinação local, com parâmetros claros e objetivos, a fim de alocar adequadamente os recursos escassos dentro dos grupos prioritários. A lista dos vacinados até o momento revela que não foi isso que aconteceu”, afirmou Jailson Neves.


28 de dezembro de 2020
Acidente

Igaporã: Acidente envolvendo carro me moto deixa uma pessoa morta na BR-430

Foto Reprodução

Uma colisão envolvendo um carro e uma motocicleta deixou uma pessoa morta na manhã do último sábado (26) em Igaporã, no Sudoeste da Bahia. O acidente ocorreu na BR-430, no trevo de acesso ao município de Tanque Novo.

Conforme informação da Polícia Militar, o médico Guilherme Lessa Pinheiro conduzia uma Land Rover Discovery, ano 2016, licença de Guanambi, quando colidiu na traseira da motocicleta conduzida por Elpídio Fernandes do Amaral, de 45 anos.

Elpídio sofreu morte instantânea, já sua esposa que viajava de carona foi encaminhada ao Hospital José Olinto Cotrim, com várias fraturas e não corre nenhum risco.

O corpo de Elpídio foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Guanambi, já o motorista se apresentou na Delegacia Territorial de Caetité.


Tags:
1 de dezembro de 2020
Cidades

Guanambi: Morre Antônio dos Santos Neves, ex-vereador de Igaporã

Foto Reprodução

O ex-vereador de Igaporã, Antônio dos Santos Neves, conhecido popularmente como Tõe de Isaurino, faleceu na manhã desta segunda-feira (30) em Guanambi, onde residia, aos 78 anos. As causas da morte não foram divulgadas.

Ele exerceu a função de vereador em Igaporã por 3 mandatos, nas legislaturas de 1993 – 1996, 1997 – 2000, 2001 – 2004.

Ele deixa esposa, sete filhos, além de netos e bisnetos. A Câmara de Vereadores de Igaporã emitiu uma nota de pesar. Outras lideranças políticas prestaram homenagens nas redes sociais, como foi o caso do ex-prefeito de Guanambi, Charles Fernandes.

O corpo está sendo velado na Pai Bahia, e o sepultamento será nesta terça-feira (1º), às 8h da manhã, no cemitério municipal de Guanambi.


3 de outubro de 2020
Igaporã

Soldado detido por suspeita de roubo em Igaporã participou da morte de PM em 2018, diz SSP

Foto: divulgação/SSP-BA

O policial militar Lenilson dos Santos Costa, preso na cidade de Igaporã, no Sudoeste da Bahia, suspeito de ter participado de um roubo em uma residência, também é investigado por assassinato de colega.

Lenilson e mais três homens vestindo fardas semelhantes a da PM, invadiram o imóvel na zona rural de Igaporã, no dia 10 de junho, alegando cumprimento de mandado de busca e apreensão.

O quarteto levou 5 mil reais em espécie, uma espingarda, joias, um celular e chaves de três veículos.

O militar lotado na 32ª Companhia Independente de Polícia Militar, em Pojuca, Região Metropolitana de Salvador, segundo informação da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).

De acordo com a secretaria ainda, o policial é suspeito de ter participado da morte do soldado PM Victor dos Reis Pereira, no dia 12 de outubro de 2018, na cidade de Entre Rios.

Lenilson está preso no Batalhão de Choque da corporação, em Lauro de Freitas. Lenilson também é réu, junto a outros seis colegas de farda, em processo por integrar organização criminosa que praticava roubos no interior do estado (veja aqui). O grupo chegou a ser classificado por um juiz como milícia.

A secretaria informou que o crime em Igaporã acabou ligando Lenilson à cena do assassinato de Victor. A perícia na arma apreendida com o militar durante a prisão dele apontou que o revólver estava presente no local da morte do PM

Após cometer o crime no interior da Bahia, o soldado a deixou cair na cena do crime. Ciente da possível participação do PM na morte de Victor, a Força-Tarefa da SSP contra grupos de extermínio solicitou que o equipamento passasse pelo microcomparador balístico do Departamento de Polícia Técnica (DPT).

O laudo apontou que estojos da mesma pistola foram encontrados próximos do corpo de Victor. Disparos contra a vítima foram realizados, mas os tiros que acabaram matando o soldado partiram de outra arma, que segue sendo procurada pelas forças de segurança. Victor foi vítima de uma emboscada, na BA-400, por homens em um carro modelo Golf. Ainda em 2018, um homem que também participou do homicídio foi preso.

Lenilson é acusado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) de integrar organização criminosa que roubava moradores no município de Pojuca, Região Metropolitana de Salvador (RMS), e com atuação em outras cidades baianas.

Conforme o Bahia Notícias, a Justiça aceitou duas denúncias do órgão contra ele e outros seis PMs, por crimes previstos nos artigos 242 do Código Penal Militar, o de cometer roubos com ameaça de emprego ou uso de violência a ponto de impossibilitar defesa da vítima, e no 288 do Código Penal comum, o de associação criminosa.

Viraram réus a subtenente Jaqueline Santana Lins e os soldados Lenilson dos Santos Costa, Diego Ramos Costa Santos, João Pedro Carneiro, Walnei Dias Teixeira, Eliel Carneiro da Silva Júnior e Sebastião dos Santos Mendes, todos lotados na 32ª CIPM, em Pojuca.

A organização passou a ser investigada depois do citado roubo em Igaporã, quando um imóvel foi invadido por homens fardados que diziam cumprir mandado judicial. Após subtraírem R$ 5 mil, celulares e joias, os criminosos saíram e deixaram cair uma pistola calibre 40, de propriedade de Lenilson. No mesmo dia, ele foi preso.

Diante do caso, as Corregedorias Geral e da PM aprofundaram as investigações e descobriram indícios de participações dos outros militares. Informações preliminares apontam que o grupo, em alguns casos, usava fardas rajadas (conhecida popularmente como Caatinga) e invadia locais usados por traficantes para sequestrar criminosos ou parentes.

Ao manter a prisão de Lenilson, o juiz Álvaro Marques ressaltou o “caráter delitivo” do PM e argumentou que a liberdade dele poderia representar “óbice ao desenvolvimento regular da instrução, o que fere também a segurança da aplicação da lei penal, diante da notícia de que vítima foi ameaçada e buscou-se a impunidade pelos supostos delitos praticados.” A Justiça espera agora parecer do Ministério Público para decidir se aceita o pedido da defesa para soltar o soldado.


21 de setembro de 2020
Acidente

Acidente ceifa vida de jovem de 19 anos na BR-430 em Igaporã

Foto: Reprodução

Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas após o motorista perder o controle da direção de um carro na noite da última sexta-feira (18) em Igaporã, no Sudoeste da Bahia.

Conforme informação do site da Rádio Igaporã, o acidente ocorreu por volta das 23h30, na BR-430, sentido Igaporã. José Orlando (Zeca), de 19 anos, foi arremessado em morreu no local.

Outras quatro pessoas ficaram feridas e foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os feridos, o condutor do carro com suspeita de fratura em uma das pernas. O terceiro ocupante, também jovem, escapou com escoriações.

Os dois foram encaminhados ao Hospital Municipal José Olinto Cotrim, sem risco de morte. O corpo de Zeca foi removido ao IML de Guanambi.

Uma viatura da PM realizou a proteção da cena do acidente e controlou o trânsito na rodovia.


Tags:
18 de setembro de 2020
Eleições 2020

Convenção do PT em Igaporã registra aglomerações e pessoas sem qualquer tipo de proteção contra o coronavírus

Foto: Reprodução

O que era para ser uma festa da democracia mistura com prevenção ao coronavírus, não foi visto na cidade de Igaporã, a 45 KM de Caetité na tarde da última quarta-feira(16/09).

A convenção partidária que definiu a candidatura de Neto e Romilce Lopes pelo PT ao cargo de prefeito e vice da cidade, foi marcada com muitas aglomerações, falta de respeito as medidas de prevenção ao Covid-19 e inexistência de qualquer tipo de fiscalização diante da situação.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram centenas de pessoas atrás de um paredão de som, dançando, aglomerados e sem uso de máscaras. A passeata, misturada com carreata, seguiu até o clube Acre, no centro da cidade, onde foi realizada a convenção partidária, que contou com a participação até do atual prefeito Suly Fagundes. Suly sempre defendeu o isolamento social e por diversas vezes solicitou a população de Igaporã a praticar o isolamento social.

Apesar de todo o movimento, toda a aglomeração, não houve qualquer tipo de fiscalização por parte da prefeitura municipal. Nos vídeos, é possível vê a falta de consciência e como os participantes do evento ignoraram o fato de estamos em meio a uma pandemia. Idosos, jovens e crianças estavam no evento.

Dentro do espaço do clube, não houve aglomeração, porém nas imediações e na porta do espaço, apoiadores do grupo político permaneceram até o final da convenção.


7 de setembro de 2020
Igaporã

Igaporã: Jovem está desaparecida

Foto: Reprodução

A jovem Tatyane Pereira dos Santos da Silva está desaparecida desde o dia 31 de agosto, na cidade de Caetité, onde trabalha e reside com a avó. A família da jovem informou à Polícia Civil de Igaporã, que Tatyane manteve contato telefônico com a mãe, pela última vez, por volta das 18h do dia 31.

De acordo com os familiares, Tatyane trabalha durante a semana em Caetité, e retorna nos finais de semana para Igaporã, onde reside com sua família na localidade de Gameleira.

A patroa de Tatyane informou à família que ela saiu do trabalho na última segunda-feira, e não retornou nos dias seguintes. A avó disse que ela saiu de casa na noite da segunda e não foi mais vista.

A família tentou contatos telefônicos e mensagens pelas redes sociais, sem sucesso. Quem tiver informações sobre o paradeiro da jovem, pode entrar em contato com a polícia em Caetité ou Igaporã.


Tags:
31 de julho de 2020
Igaporã

Prefeitura de Igaporã investe em sistema de água na zona rural

Foto Divulgação

Com recursos próprios a Prefeitura Municipal de Igaporã, juntamente com o SAAE, segue no seu planejamento de levar água potável para as comunidades com deficiência hídrica.

Agora é a vez da comunidade de Gameleira ser ser contemplada, desta forma, a gestão comprometida com a qualidade de vida das pessoas, segue com recursos próprios levando água potável para a família Igaporã.