-------- PUBLICIDADE --------
3 de janeiro de 2022
Opinião

Eleições 2022: mesmo com atestado de preso, alguns políticos ainda dão as cartas

Por Washington Tiago

Foto Sudoeste Acontece

Em entrevista para um site na capital, o ex-deputado federal Lucio Vieira Lima, irmão do ex-ministro Geddel, aquele condenado por lavagem de dinheiro no caso da descoberta, em Salvador, de um bunker com mais de R$ 50 milhões em malas atribuídos a ele, Lembra?

Pois é, o camarada mesmo preso no semiaberto continua dando as cartas pelo partido MDB na Bahia. O próprio irmão disse que ele estaria conversando com frequência com políticos e empresários, que passaram a visitá-lo ou a conversar com ele por telefone desde o final do ano passado.

Com quem Geddel estaria conversando? O senador Jaques Wagner (PT) e o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (DEM). Candidatos ao governo baiano, os dois estão de olho no apoio do MDB, controlado pela família Vieira Lima. Quem Dorme com um barulho desses?