-------- PUBLICIDADE --------
27 de fevereiro de 2024
Cidades

Idoso é morto com golpes de faca em Jequié


Um idoso de 64 anos foi morto a golpes de faca e pedaço de madeira na noite de domingo (25), em Jequié, no sudoeste da Bahia. Segundo informações do Blog do Marcos Fraham, o corpo da vítima, identificada como Gilson de Azevedo Santos, foi encontrado pela própria companheira após perceber que a casa deles havia sido arrombada.

O óbito foi constatado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), de acordo com a Polícia Militar. Logo em seguida, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi acionado para realização da perícia e remoção do corpo.

Ainda não há informações sobre autoria nem motivação do crime. O caso é investigado pela 1º Delegacia Territorial (DT/Jequié).


27 de fevereiro de 2024
Bahia

Lotérica é arrombada e bandidos levam mais de R$ 70 mil em Ilhéus

Uma casa lotérica foi arrombada na madrugada desta segunda-feira (26), na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia. Suspeitos fizeram um buraco em uma das paredes do estabelecimento localizado na Avenida Lótus, no bairro Nelson Costa. Segundo informações da TV Santa Cruz, mais de R$ 70 mil foram levados.

De acordo com a Polícia Militar, funcionários perceberam o furto pela manhã, quando chegaram para trabalhar e perceberam um buraco na parede.

Além do cofre ter sido arrombado, todo o sistema de câmeras de segurança do local foi destruído. Ninguém foi preso até o momento. O caso é investigado pela Polícia Civil.


27 de fevereiro de 2024
Cidades

Secretária estadual de Saúde se reúne com municípios para discutir combate à dengue

Foto Divulgação

Diante do aumento no número de casos e da confirmação de quatro mortes por dengue na Bahia, a secretária de Saúde da Bahia, Roberta Santana, fez uma reunião com gestores municipais, na noite desta segunda-feira (26), para discutir o fortalecimento de ações contra a doença.

“O Governo do Estado está aberto ao diálogo e pronto para apoiar todos os municípios. Contudo, cada ente tem que fazer a sua parte. As prefeituras precisam intensificar as ações da atenção primária e limpeza urbana, a fim de eliminar os criadouros e fortalecer a mobilização da sociedade, antes de recorrer ao fumacê. A dependência excessiva do fumacê, como último recurso, pode revelar uma gestão reativa em vez de proativa no combate à doença”, afirmou a titular da Sesab.

Diretora da Vigilância Epidemiológica do Estado, Márcia São Pedro pontuou que o encontro “foi uma oportunidade para discutir estratégias de combate ao vetor da dengue, mas também aprimorar o manejo clínico de pacientes afetados pela doença, abrangendo desde casos leves até os mais graves”.

O trabalho conjunto visa assegurar uma resposta eficiente e coordenada frente ao aumento do número de casos, especialmente em municípios que enfrentam situações epidêmicas, como Vitória da Conquista e Feira de Santana, destacando-se entre os 64 municípios em epidemia.

A resposta do governo estadual à dengue inclui a aquisição de novos carros de Ultra Baixo Volume (UBV), também conhecidos como fumacês, distribuição de aproximadamente 12 mil kits para os agentes de Combate às Endemias, intensificação dos mutirões de limpeza com o auxílio das forças de segurança e emergência, além da utilização de agentes com bombas costais em diversas cidades.

A Bahia enfrenta uma alta de casos de dengue, com um salto significativo para 16.771 casos prováveis até o dia 24 de fevereiro de 2024, marcando um aumento de quase 100% em comparação ao mesmo período do ano anterior, que registrou 8.408 casos.

A crescente preocupação é evidenciada também pela confirmação de quatro óbitos decorrentes da dengue, com vítimas em Ibiassucê, Jacaraci e Piripá, conforme análise da Câmara Técnica Estadual de Análise de Óbito.


27 de fevereiro de 2024
Cidades

Defesa de delegado preso por suspeita de vários crimes contesta ação no TJ-BA

Foto Sudoeste Acontece

Os advogados de Rogério Sá Medrado, ex-delegado da Delegacia Territorial (DT) de Remanso, no norte da Bahia, entraram com um pedido de mandado de segurança com urgência contestando a ação de três juízes da Vara Criminal da cidade.

Medrado foi preso em 2023 sob suspeita de liderar uma organização enraizada na Polícia Civil, responsável por diversos crimes, incluindo roubo, tráfico de drogas e homicídios.

O pedido alega que o ex-delegado está detido há mais de um ano por decisão da Vara Criminal de Remanso e que um habeas corpus foi solicitado ao Tribunal de Justiça da Bahia para contestar essa prisão.

A defesa afirma que, apesar de solicitações repetidas, não obteve respostas sobre o habeas corpus e que, somente após várias tentativas, é que as informações foram fornecidas e assinadas pelo escrivão da Vara e não pelos juízes.

Os advogados de Medrado requereram, portanto, uma explicação sobre por que o escrivão forneceu as informações em vez dos juízes. Eles afirmam que esse pedido de esclarecimento foi negado pelos magistrados.

A defesa alega também que essa decisão ignorou seus requerimentos e não apresentou motivos para a negativa, o que viola o direito de acesso às informações em repartições públicas, conforme a Constituição.

A defesa pediu, urgentemente, a emissão de uma certidão com informações específicas sobre o processo do habeas corpus. Também solicitou que a segurança fosse concedida para obter todas as informações requeridas.

A Justiça, por sua vez, indeferiu o pedido por entender que não há evidência clara da violação do direito de Medrado nem do perigo de não conseguir obter as informações necessárias.

Prisão

O ex-delegado foi alvo da Operação Internal Cleaning, deflagrada no dia 2 de fevereiro de 2023 pelo Ministério Público estadual, por meio do Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco), e Polícia Civil.

Além do delegado, também foram presos dois investigadores e um escrivão. A suspeita era de que eles usavam da máquina estatal, da influência e poder de serem servidores ligados à área da segurança pública para cometer os crimes.


26 de fevereiro de 2024
Polícia

Atirador de elite atinge mão de homem que fazia filha refém em Fortaleza

José Matheus Santos, Folhapress

Um atirador de elite da Polícia Militar do Ceará atirou em um homem que fazia a própria filha refém na noite de domingo (25) em Fortaleza. O suspeito usou um revólver durante o ato em uma farmácia na Avenida Mozart Lucena, no Bairro Vila Velha.

A polícia disse que, quando chegou ao local, o suspeito estava com uma criança nos braços e apontava um revólver para a cabeça da criança.

O disparo do sniper foi na mão do homem. O tiro fez com que o indivíduo soltasse a arma, permitindo que os demais policiais prendessem o suspeito e salvassem a criança.

De acordo com a Polícia Militar do Ceará, equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) participaram da ação. O suspeito foi levado ao hospital e depois conduzido a uma delegacia, enquanto a criança foi resgatada sem ferimentos.

Os policiais foram acionados por volta das 18h. As informações repassadas inicialmente à polícia indicavam que o suspeito invadiu a farmácia, próxima ao local da residência do casal, após ter atirado na companheira e mantinha a criança refém.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará disse que a criança tem um ano e três meses de idade.

Testemunhas no local disseram que o suspeito atirou contra a mãe da criança e que a cabeça dela teria sido atingida. Ela foi levada pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para um hospital de Fortaleza e está internada. A unidade, o Instituto Doutor José Frota, disse que não tem autorização para repassar informações sobre pacientes.

A Secretaria Estadual da Segurança Pública e Defesa Social confirmou que o homem, de 28 anos, foi preso por suspeita de tentar matar a própria companheira, uma mulher de 37 anos. O suspeito foi conduzido para a Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza, e foi autuado em flagrante por tentativa de feminicídio.


26 de fevereiro de 2024
Brasil

Investigações mostram indícios de plano do PCC contra uma autoridade, diz revista

Um material apreendido pela Polícia Federal com integrantes do Primeiro Comando da Capital, o PCC, indicou que um núcleo da facção criminosa havia alugado um imóvel no Distrito Federal nos meses de maio, junho e julho do ano passado. A informação é da revista Veja.

Segundo reportagem da revista, publicada nesta semana, o núcleo em questão é o Restrita, especializado em colocar em prática as missões mais arriscadas e perigosas da facção, como o cometimento de atentados e sequestros. Ligado à cúpula do PCC, o grupo obedece a ordens diretas do seu líder maior: Marcos Camacho, o Marcola, que cumpre na Penitenciária Federal de Brasília pena de mais de 300 anos de prisão por crimes como formação de quadrilha, homicídio e tráfico de drogas.

Desde o ano passado, os investigadores procuram o endereço da residência. Uma série de incursões já foi feita, mas ainda não há nenhum sinal de onde a facção criminosa possa ter se estabelecido em Brasília.

Uma das possibilidades levantadas é que o grupo tenha alugado um imóvel no Jardins Mangueiral, um bairro popular localizado a cinco quilômetros de onde Marcola está preso. Além da localidade, pesa na suspeita o valor do aluguel encontrado nas prestações de contas, de R$ 2.560.

Nas anotações apreendidas em posse de criminosos presos, ainda há o detalhamento dos gastos na mobília do imóvel. Pelos registros, foram comprados uma geladeira (2.800 reais), um sofá retrátil (1.800 reais), um painel com suporte (1.200 reais), uma televisão de LED (2.500 reais) e um fogão (1.700 reais). Também há despesas com o frete de uma cama, com IPTU e com deslocamentos pela capital do país.

Continue lendo…


22 de fevereiro de 2024
Acidente

Cinco morrem após ônibus tombar na BA-270 em Itapetinga

Cinco pessoas morreram após um ônibus tombar na BA-270, entre as cidades de Itapetinga e Potiraguá, no sudoeste da Bahia, na madrugada desta quinta-feira (22). As vítimas ficaram presas às ferragens.

Conforme apuração da TV Sudoeste, afiliada da TV Bahia na região, o coletivo fazia o transporte de 46 passageiros e seguia de Vitória da Conquista, cidade do sudoeste baiano, para Porto Seguro, no extremo sul do estado.

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) da região, o veículo tombou pouco antes da ponte do rio Pardo e foi parar às margens do rio.

Por volta das 8h desta quinta, as vítimas ainda estavam sendo socorridas e encaminhadas para hospitais de Potiraguá e Itapetinga.

Equipes de resgate do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), da Polícia Militar e da PRE seguem no local.


22 de fevereiro de 2024
Cidades

Mais um adolescente é executado a tiros dentro de casa em Ilhéus

Outro jovem foi executado a tiros dentro de casa na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia. O crime aconteceu na madrugada desta quarta-feira (21), contra um adolescente de 16 anos, identificado como Gabriel Lucas Santos da Silva.

De acordo com a Polícia Civil, quatro homens encapuzados e armados invadiram o imóvel, situado no bairro Alto da Esperança, e executaram o rapaz. Ele pode ser a quarta vítima em menos de 24h na cidade.

Até o momento, ainda não há informações sobre a autoria ou a motivação deste ato criminoso. A Polícia Civil investiga o ocorrido.

Anteriormente, dois irmãos identificados como Joelson e João Victor, de 19 e 10 anos, foram mortos da mesma forma, na terça-feira (20). Até o momento, ainda não há a confirmação de relação entre os crimes.

Um amigo dos irmãos também foi encontrado morto. O corpo de Mateus Ferreira dos Santos, de 23 anos, foi localizado na noite do mesmo dia, dentro do cemitério de Aritaguá, também em Jequié.

A Polícia Civil informou que o jovem teria sido abordado pelos suspeitos e levado até a residência dos irmãos, onde o primeiro crime teria acontecido. Na sequência, ele foi sequestrado e morto a tiros.

Informações preliminares e a principal linha de investigação da Polícia Civil aponta que o crime tenha relação com o tráfico de drogas, onde o alvo dos criminosos seria Joelson.


21 de fevereiro de 2024
Bahia

Senadores Otto Alencar e Ângelo Coronel votam contra ‘saidinha’ de presos; Jaques Wagner se abstém

Foto Sudoeste Acontece

Os senadores Otto Alencar e Ângelo Coronel, ambos do PSD da Bahia, votaram a favor do projeto de lei que acaba com o benefício da saída temporária dos presos, conhecido como ‘saidinha’. A proposta foi aprovada nesta terça-feira (20), por 62 votos a 2, no plenário do Senado.

Terceiro representante da bancada baiana e líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT), por sua vez, foi o único a se abster da votação. Por outro lado, Cid Gomes (PSB) e Rogério Carvalho (PT) votaram a favor do benefício da ‘saidinha’

A matéria já havia sido aprovada pela Câmara, mas voltará a ser avaliada pelos deputados porque sofreu alterações no Senado.

Na prática, o texto relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ) extingue a liberação temporária de presos em datas comemorativas e feriados, que tem sido chamada popularmente de “saidinha”.


21 de fevereiro de 2024
Bahia

Operação Kariri’ é deflagrada contra envolvidos em tráfico de drogas e lavagem de dinheiro

Uma operação conjunta deflagrada pelo Ministério Público estadual, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), e pela Polícia Federal cumpriu na manhã desta quarta-feira, dia 21, sete mandados de prisão e 20 mandados de busca e apreensão contra envolvidos com tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Também foi determinado pela Justiça o bloqueio de contas bancárias e imóveis, que totalizam cerca de R$ 50 milhões, incluindo seis imóveis de alto padrão e cinco fazendas, localizados nos estados da Bahia e Pernambuco.

A “Operação Kariri” contou com a participação de aproximadamente 100 policiais que cumpriram as ordens judiciais nas cidades de Salvador, Feira de Santana, América Dourada, Morpará, Ibititá e Muquém do São Francisco, na Bahia; além das cidades de Brasília, São Paulo e Ibimirim, no estado de Pernambuco. Os envolvidos responderão pelos crimes de tráfico de entorpecentes, organização criminosa e lavagem de dinheiro. As investigações tiveram início em 2019. Desde então, um total de três flagrantes foram realizados, nos quais foi apreendida mais de uma tonelada de drogas e roças de maconha foram erradicadas. Isso possibilitou identificar o responsável pela organização criminosa e toda a cadeia de lavagem de capitais.

A operação identificou também que uma família se deslocou do estado de Pernambuco para o Município baiano de Feira de Santana. O lucro auferido pela organização criminosa era revertido na compra de bens imóveis de alto poder aquisitivo, beneficiando toda a família e seus parentes próximos, que forneciam contas bancárias para tentar ocultar o rastreio do dinheiro pela Polícia Federal. No total foram identificadas cinco fazendas pertencentes ao principal alvo da investigação, que constam em nome de terceiros.


21 de fevereiro de 2024
Cidades

Jovem morre eletrocutado ao ajudar amigo a consertar cerca elétrica na cidade de Ibipeba

Um jovem morreu após receber uma descarga elétrica na cidade de Ibipeba, no interior da Bahia. Segundo a Polícia Civil, a morte ocorreu na última segunda-feira (19). Ele estava ajudando seu amigo a consertar uma cerca elétrica no momento em que aconteceu o acidente.

Kelvy Gonçalves dos Santos foi a vítima desta tragédia. O homem morava em São Paulo e estava no norte da Bahia passando férias na casa de parentes.

Os dois estavam em uma propriedade na região do povoado Aleixo, na zona rural da cidade. O amigo da vítima, que não teve a identidade revelada, tinha comprado o local há apenas seis meses.

Segundo a Polícia Civil, a vítima recebeu a descarga elétrica porque o arame farpado da cerca usado para consertá-la tocou em um fio que estava energizado. O amigo de Kelvy tentou ajudá-lo e acabou também levando um choque, ele notou a situação e cortou o fio da cerca utilizando um facão.


21 de fevereiro de 2024
Aracatu

Ministério Público denuncia dois policiais da Caesg por morte de cigano em Aracatu

Foto Washington Tiago Sudoeste Acontece

O Ministério Público estadual denunciou nesta terça-feira (20), dois policiais militares da Companhia Independente de Policiamento Especializado do Sudoeste (CIPE Sudoeste), antiga Caesg, por homicídio qualificado por motivo torpe e sem possibilitar defesa da vítima, o jovem cigano Lindomar Santos Matos.

Conforme a denúncia, oferecida pela 4ª Promotoria de Justiça de Brumado e pelo Grupo de Atuação Especial Operacional de Segurança Pública (Geosp), o crime ocorreu em 30 de julho de 2021, no Distrito de Lagoa Grande, no município de Aracatu. O MP aponta que a morte do jovem teria como motivação vingar a morte de dois policiais, ocorrida em 13 de julho de 2021 no Distrito de José Gonçalves, zona rural do município de Vitória da Conquista.

As investigações apontaram que Lindomar foi encurralado em um cômodo externo de um bar localizado na BA-142 e foi executado com dez disparos de fuzil, sem qualquer chance de defesa, alguns deles efetuados à curta distância.

Segundo a denúncia, a vítima de 15 anos fugia desde a noite anterior de uma perseguição policial à sua família e não consta nenhum registro que o adolescente tenha cometido qualquer delito que justificasse a busca policial contra ele, que chegou a contar com quatro guarnições. A perseguição teria começado após um residente negar abrigo ao jovem cigano e chamar a polícia, evidenciando que os policiais já sabiam previamente a identidade do rapaz.

A denúncia se baseia em laudos periciais que demonstram que a quantidade de disparos efetuados pelos policiais militares (eles alegaram um total de quatro tiros à distância) e o local em que a vítima foi atingida divergem com o alegado por eles. A perícia indica que o jovem recebeu dez tiros, sendo que pelo menos dois foram pelas costas e que houve alteração da cena do crime com a retirada do corpo de Lindomar, já sem vida, para forjar uma falsa prestação de socorro em hospital da região. “Os denunciados tinham a intenção clara e evidente de executar a vítima, considerando a desproporção da força utilizada pelos agentes públicos contra o adolescente, os quais deveriam saber dosá-la, se realmente houvesse a intenção de apenas se defender. Ademais, estavam em superioridade numérica e portavam armas não letais capazes de imobilizar a vítima, facilitando a sua captura, sem alcançar o resultado morte”, destaca a denúncia.