-------- PUBLICIDADE --------
17 de junho de 2021
Bahia

Serviços do Detran poderão ser pagos por PIX

Foto Sudoeste Acontece

Em breve, as taxas de servi√ßos oferecidos pelo Departamento Estadual de Tr√Ęnsito da Bahia (Detran-BA) poder√£o ser quitadas de forma r√°pida e segura, por meio do sistema Pix, o pagamento instant√Ęneo da rede banc√°ria que funciona a qualquer hora. A medida foi anunciada pelo √≥rg√£o nesta quarta-feira (16), em Bras√≠lia, no 69¬į Encontro Nacional dos Detrans, com o tema ‚ÄúTecnologias, Solu√ß√Ķes e Melhorias para o Tr√Ęnsito‚ÄĚ.

‚ÄúJ√° est√° em fase final na Bahia a implanta√ß√£o do sistema que ir√° gerar o documento com QR-Code, para que a pessoa possa pagar d√©bitos no √≥rg√£o de tr√Ęnsito fazendo um Pix, exceto para licenciamento e multas. O procedimento ser√° feito atrav√©s do SAC Digital. Nossa previs√£o √© que essa comodidade para o cidad√£o esteja dispon√≠vel a partir de agosto‚ÄĚ, explicou o diretor-geral do Detran-BA, Rodrigo Pimentel.

A digitaliza√ß√£o de servi√ßos foi tema de um dos pain√©is do encontro dos Detrans, que contou com a participa√ß√£o do Departamento Nacional de Tr√Ęnsito (Denatran) e de empresas de tecnologia. A aplicabilidade da recente mudan√ßa nas regras para condutores e propriet√°rios de ve√≠culos estiveram em debate tamb√©m. O evento segue na quinta-feira (17), com pain√©is sobre inova√ß√Ķes na gest√£o p√ļblica.


7 de junho de 2021
Brasil

Embraer recebe encomenda de mais 50 ‚Äėcarros voadores

A Embraer anunciou, nesta segunda-feira, 7, mais um acordo de venda de seu ‚Äúcarro voador‚ÄĚ, cujo projeto ainda est√° em desenvolvimento. A fabricante brasileira de avi√Ķes fechou um contrato para entregar 50 ve√≠culos el√©tricos de pouso e decolagem vertical (ou eVTOL, na sigla em ingl√™s e como √© chamado o ‚Äúcarro voador‚ÄĚ no mercado a√©reo) para a Helisul Aviation, empresa que opera helic√≥pteros na Am√©rica Latina.

Na semana passada, a Embraer divulgou que recebeu também uma encomenda de 200 unidades de eVTOL para a Halo, companhia que fornece serviços de helicópteros e mobilidade aérea urbana privada nos Estados Unidos e no Reino Unido. Tanto no caso da Helisul como no da Halo, as entregas devem começar a partir de 2026.

A Embraer e a Helisul ainda firmaram parceria para desenvolver produtos e servi√ßos que permitam a opera√ß√£o do eVTOL, como solu√ß√Ķes de gerenciamento de tr√°fego a√©reo. Inicialmente, as empresas v√£o trabalhar com helic√≥pteros para validar par√Ęmetros que possam ser usados, mais tarde, pelos ‚Äúcarros voadores‚ÄĚ.

Além dos acordos com a Halo e a Helisul, a Embraer também está desenvolvendo seu eVTOL em uma parceria com o Uber, que pretende realizar voos comerciais a partir de 2023. Esse prazo, no entanto, é considerado apertado por participantes do mercado.

Em todo o mundo, pelo menos 140 projetos de eVTOL estão sendo desenvolvidos. O setor aposta que o novo veículo transformará a aviação ao oferecer viagens mais baratas do que as de helicópteros. A grande mudança tecnológica será que o eVTOL não precisará de pilotos e será elétrico. Por ser movido a bateria, não vai emitir poluentes e fará menos barulho do que os helicópteros.


31 de maio de 2021
Bahia

Pesquisador utiliza equa√ß√Ķes f√≠sicas para melhorar produ√ß√£o de chocolates no sul da Bahia

C√°lculos e equa√ß√Ķes s√£o duas palavras que podem gerar receio em diversas pessoas que n√£o possuem proximidade com as mat√©rias exatas, mas √© de conhecimento geral como elas fazem parte da rotina de todo ser humano. Agora, um pesquisador da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), chamado Jorge Sales, demonstra como essa √°rea do conhecimento pode influenciar no processo de um dos alimentos preferidos mundialmente: o chocolate. ‚ÄúAs propriedades t√©rmicas s√£o de grande import√Ęncia na an√°lise de processos de secagem, aera√ß√£o e resfriamento dos gr√£os e impactam diretamente no sabor e textura desse alimento‚ÄĚ, destaca o pesquisador.

Em seu projeto de pesquisa na Uesc, o professor prop√īs um novo modelo para um dos processos que envolvem a produ√ß√£o de chocolate e a secagem de am√™ndoas. Ele explica como isso pode ser fundamental para influenciar na qualidade desse doce. ‚ÄúO cacau comercial √© resultante de um conjunto de opera√ß√Ķes unit√°rias, entre elas est√° o processamento das am√™ndoas desses frutos. Essas opera√ß√Ķes objetivam modificar as caracter√≠sticas das am√™ndoas frescas, que s√£o indispens√°veis √† produ√ß√£o de chocolates. Elas s√£o submetidas √† secagem, depois de passar por um processo fermentativo que dura de 5 a 7 dias, a fim de real√ßar o sabor e o aroma, t√≠picos do chocolate‚ÄĚ, disse. E √© nesta etapa de produ√ß√£o que Jorge decidiu aplicar as equa√ß√Ķes, com o objetivo de modelar a distribui√ß√£o da temperatura na am√™ndoa do cacau.

‚ÄúUtilizamos a equa√ß√£o de Fick para o calor, que em certas condi√ß√Ķes especiais recai na equa√ß√£o de Fourier. Atrav√©s desse m√©todo, podemos construir sensores para medir temperatura e umidade, junto com uma interface gr√°fica na qual ser√° poss√≠vel indicar o tempo ideal de secagem e fermenta√ß√£o para que o produtor tenha um melhor controle do seu processo e assim possa atingir um chocolate de alta qualidade‚ÄĚ, afirmou. Ainda segundo Jorge, o conhecimento das propriedades t√©rmicas de produtos √© de grande import√Ęncia para a engenharia, pois √© o que possibilita predizer a taxa de secagem e prever a distribui√ß√£o de temperatura no interior de produtos agr√≠colas de composi√ß√£o e formas variadas, bem como sua esteriliza√ß√£o e resfriamento.

Jorge afirma que com o secador e o sensor j√° prontos, a pr√≥xima etapa do trabalho seria o desenvolvimento de um programa que gerasse gr√°ficos, a fim de facilitar a opera√ß√£o de controle do futuro usu√°rio. ‚ÄúNosso projeto pode gerar ganhos econ√īmicos na produ√ß√£o de cacau e chocolates, fortes mat√©rias-primas do Sul da Bahia. Al√©m disso, o produtor poder√° evitar contamina√ß√£o no seu processo de secagem, pois ter√° um controle mais preciso da temperatura e umidade‚ÄĚ, completou.

O trabalho recebeu apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da empresa Legon, da cidade de Santa Rita, em Minas Gerais, que auxiliou no desenvolvimento do protótipo.


28 de maio de 2021
Brasil

Lei com penas mais duras contra crimes cibernéticos é sancionada

A partir desta sexta-feira (28), os crimes cibern√©ticos como fraude, furto e estelionato praticados com o uso de dispositivos eletr√īnicos como celulares, computadores e tablets passar√£o a ser punidos com penas mais duras. Foi publicada no Di√°rio Oficial da Uni√£o a Lei 14.155, de 2021, sancionada na quinta-feira (27) pelo presidente Jair Bolsonaro.

A lei, que tem origem no Projeto de Lei (PL) 4.554/2020, do senador Izalci Lucas (PSDB-DF), foi aprovada pelo Senado no início do mês. O texto altera o Código Penal (Decreto-Lei 2.848, de 1940) para agravar penas como invasão de dispositivo, furto qualificado e estelionato ocorridos em meio digital, conectado ou não à internet.

Conforme a nova reda√ß√£o do C√≥digo, o crime de invas√£o de dispositivo inform√°tico passar√° a ser punido com reclus√£o, de um a quatro anos, e multa, aumentando-se a pena de um ter√ßo a dois ter√ßos se a invas√£o resultar em preju√≠zo econ√īmico. Antes, a pena aplic√°vel era de deten√ß√£o de tr√™s meses a um ano e multa.

A penalidade vale para aquele que invadir um dispositivo a fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informa√ß√Ķes sem autoriza√ß√£o do dono, ou ainda instalar vulnerabilidades para obter vantagem il√≠cita.

J√° se a invas√£o provocar obten√ß√£o de conte√ļdo de comunica√ß√Ķes eletr√īnicas privadas, segredos comerciais ou industriais, informa√ß√Ķes sigilosas ou o controle remoto n√£o autorizado do dispositivo invadido, a pena ser√° de reclus√£o de dois a cinco anos e multa. Essa pena era de seis meses a dois anos e multa antes da san√ß√£o da nova lei.

Na pena de reclus√£o, o regime de cumprimento pode ser fechado. J√° a deten√ß√£o √© aplicada para condena√ß√Ķes mais leves e n√£o admite que o in√≠cio do cumprimento seja no regime fechado.

Continue lendo…


21 de maio de 2021
Tecnologia

Governo federal prepara decreto limitando retirada de publica√ß√Ķes das redes sociais

O governo federal est√° elaborando um decreto com o objetivo de limitar a remo√ß√£o de publica√ß√Ķes nas redes sociais como Twitter, Instagram, Facebook e YouTube pelas pr√≥prias empresas. Segundo o texto que est√° sendo preparado, a retirada do conte√ļdo s√≥ poder√° ser feita mediante decis√£o judicial, nos casos que violam o Estatuto da Crian√ßa e do Adolescente, a pedido do pr√≥prio usu√°rio ou de terceiros, e casos de crime.

O decreto foi escrito na Secretaria de Cultura e teve o aval da consultoria jurídica do Ministério do Turismo. O texto agora foi enviado ao Palácio do Planalto e aos ministérios.

Em abril, o Facebook classificou uma publica√ß√£o do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como ‚Äúinforma√ß√£o falsa‚ÄĚ. O mesmo aconteceu com um v√≠deo no YouTube sobre tratamento precoce contra a Covid-19.


13 de maio de 2021
Polícia

Delegacia de Proteção à Pessoa disponibiliza página no Instagram para auxiliar busca por desaparecidos

Mais uma ferramenta para auxiliar na busca de pessoas desaparecidas está em funcionamento. A Delegacia de Proteção à Pessoa (DPP) criou o perfil @desaparecidospcba no aplicativo Instagram para que a população possa visualizar fotos e dados de desaparecidos em todo o estado da Bahia.

Desde o in√≠cio do funcionamento, no √ļltimo dia 3, o aplicativo j√° apresentou resultados. Tr√™s casos que est√£o sendo investigados receberam informa√ß√Ķes precisas, que fizeram as investiga√ß√Ķes avan√ßarem. O perfil j√° registrou 14 mil visualiza√ß√Ķes e mais de 1,4 mil pessoas alcan√ßadas.

‚ÄúO Instagram √© a rede social que oferece o maior n√ļmero de pessoas acessando. [Com o perfil], temos os nossos olhos e os olhos de outras pessoas auxiliando o trabalho‚ÄĚ, destaca a titular da DPP, delegada Jussara Maria Andrade Gomes.

Al√©m do Instagram, a DPP disponibiliza um n√ļmero de Whatsapp (71 99631-6538) e uma p√°gina no Facebook. A delegacia ainda recebe informa√ß√Ķes pelo Disque Den√ļncia, por meio dos n√ļmeros 3235-0000, na capital, e 181, no interior do estado. As fotos e os dados de todos os desaparecidos registrados na delegacia tamb√©m est√£o dispon√≠veis na p√°gina do Disque Den√ļncia (disquedenuncia.com).

Para registrar o desaparecimento na capital, √© necess√°rio que um parente se apresente √† sede da DPP, localizada na Pituba, e forne√ßa as informa√ß√Ķes necess√°rias √† identifica√ß√£o do desaparecido. O boletim de ocorr√™ncia ser√° gerado, e os policiais do Servi√ßo de Investiga√ß√£o (SI) far√£o o encaminhamento das buscas pelo desaparecido. No interior do estado, as ocorr√™ncias podem ser feitas nas Delegacias Territoriais, localizadas onde ocorreu o fato.

‚ÄúN√£o √© necess√°rio aguardar o prazo de 24 horas para registrar a ocorr√™ncia de desaparecidos. Quanto mais r√°pido a pessoa vier √† delegacia e passar as informa√ß√Ķes, mais √™xito n√≥s vamos ter na localiza√ß√£o dos desaparecidos‚ÄĚ, acrescenta Jussara.

Continue lendo…


12 de maio de 2021
Bahia

SSP-BA lança sistema para que vítimas de roubo de celular cadastrem

A Secretaria de Seguran√ßa P√ļblica (SSP-BA) lan√ßou na √ļltima ter√ßa-feira (11) um sistema que visa dificultar a revenda de aparelhos furtados e roubados, al√©m de facilitar a devolu√ß√£o dos itens aos donos. Para isso, os donos dos aparelhos devem cadastrar os celulares no sistema e, caso seja roubado, eles mesmos acionam o alerta.

Ao acessar o site Alerta Celular, o dono do aparelho deve fazer o cadastro do IMEI – n√ļmero que identifica o aparelho e que consta na nota fiscal e na embalagem original do celular. O n√ļmero tamb√©m pode ser obtido discando *#06# do pr√≥prio aparelho.

Com o cadastro do IMEI, o propriet√°rio vincula o equipamento ao seus dados. Caso o celular seja alvo de criminosos, o propriet√°rio pode entrar no site e ativar o alerta.

Segundo a SSP-BA, após esse passo, a vítima deve registrar o boletim de ocorrência na Delegacia Digital (nos casos de crimes sem violência física) ou em qualquer unidade da Polícia Civil e aguardar. O proprietário tem 48 horas para, após acionar o sistema de alerta no site, registrar o boletim. Caso não conclua esse processo, o alerta é cancelado.

O Alerta Celular permite ainda que, nas abordagens, policiais consigam consultar o banco de dados e verificar se o item apreendido ou em análise está cadastrado na página como fruto de roubo ou furto. Confirmado de que se trata de um equipamento de origem ilícita, ele é apreendido, encaminhado à Delegacia e, com base nos dados cadastrados no site, o dono é acionado através do e-mail cadastrado e o aparelho é devolvido.


3 de maio de 2021
Bahia

Fonte de energia limpa gera negócios e projeta 33 mil empregos na Bahia

No Dia do Sol, comemorado nesta segunda-feira (03), a Bahia celebra seu alto potencial de gera√ß√£o com excelentes n√≠veis de radia√ß√£o, respons√°veis pela gera√ß√£o de neg√≥cios, empregos e renda para o Estado. De acordo com os √ļltimos dados lan√ßados pela C√Ęmara de Comercializa√ß√£o de Energia El√©trica (CCEE), a Bahia √© l√≠der na produ√ß√£o de energia solar no pa√≠s e, em 2020, foi respons√°vel por 31,7% de toda energia gerada pela fonte. Parques em constru√ß√£o devem gerar 33 mil postos de trabalho no estado at√© 2024.

A Bahia possui uma ampla área para instalação de usinas solares na região do semiárido, mas o destaque não é somente na geração centralizada, o Estado possui grande potencial para geração distribuída, tanto na microgeração, até 75 Kilowatt (KW), quanto na minigeração, até 5 Megawatt (MW), na qual os painéis são instalados em residências e prédios comerciais. Somente na área residencial, o potencial de geração distribuída é 4,4 vezes maior que o consumo existente de energia elétrica residencial, conforme dados da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

‚ÄúO sol √© vital para a sobreviv√™ncia humana. E n√≥s, do Governo do Estado, alavancamos seu potencial trabalhando em v√°rias frentes. O mapeamento de escala detalhado do Atlas Solarim√©trico da Bahia, por exemplo, fomenta o desenvolvimento e nos ajuda a atrair investimentos para a Bahia. Oferecemos aos empreendedores apoio institucional no licenciamento ambiental, regulariza√ß√£o de √°reas e benef√≠cios fiscais para a implanta√ß√£o de empreendimentos‚ÄĚ, afirma o vice-governador Jo√£o Le√£o, secret√°rio de Desenvolvimento Econ√īmico da Bahia.

Na Bahia, em se tratando de Gera√ß√£o Centralizada, a luz solar √© respons√°vel pelo funcionamento de 29 usinas fotovoltaicas (777 MW), cinco est√£o em constru√ß√£o (273 MW) e outras 66 (2,2 Gigawatts) ter√£o a constru√ß√£o finalizada at√© 2024, respeitando a data de entrega da energia a ser gerada. Juntos, os empreendimentos somam um volume de investimentos de R$ 13,5 bilh√Ķes.

Aproximadamente 10 mil postos já foram gerados na construção das 29 usinas que já estão em operação e mais de 33 mil estão previstos. São 15 municípios beneficiados com os projetos, principalmente na região semiárida do estado. Os três municípios com mais projetos são: Juazeiro, com 30 (965 MW), Barreiras com 14 (422 MW) e Bom Jesus da Lapa com 16 (410 MW).

At√© junho deste ano, quando ocorrer√° os leil√Ķes A-3 e A-4 da Ag√™ncia Nacional de Energia El√©trica (Aneel), o n√ļmero de projetos pode ser ainda maior na Bahia. A fonte solar do estado foi quem mais teve cadastros ‚Äď 306 empreendimentos -, com um total de 12 GW, em 24 munic√≠pios baianos. Bom Jesus da Lapa teve o maior potencial cadastrado (1,5 GW), seguido de Correntina (1,1 GW) e Buritirama (932 MW).

Em 2020, a Bahia teve um crescimento de 136% na capacidade adicionada de GD em rela√ß√£o a 2019 e atualmente o estado ocupa o 10¬ļ lugar no ranking. S√£o 17,8 mil empreendimentos de micro e minigera√ß√£o distribu√≠da, totalizando 183 MW e 20,4 mil unidades consumidoras que recebem os cr√©ditos dos projetos, conforme dados da Aneel, de 28 de abril de 2021.


3 de maio de 2021
Brasil

Maior leilão da história trará o 5G ao Brasil

Muito mais do que uma internet mais r√°pida, a tecnologia 5G, que dever√° chegar ao Brasil at√© o fim do ano, ir√° revolucionar toda a sociedade e os meios produtivos. ‚ÄúN√£o se trata de mais um G e sim de um guarda-chuva que envolve e potencializa outras tecnologias‚ÄĚ, afirma o presidente da Ag√™ncia Nacional de Telecomunica√ß√Ķes (Anatel), Leonardo Euler de Moraes, em entrevista ao programa Brasil em Pauta na TV Brasil.

De acordo com Moraes, a tecnologia 5G ser√° a catalisadora de outras tecnologias como a Internet das Coisas, intelig√™ncia artificial, rob√≥tica, intelig√™ncia mista e aumentada. Tudo gra√ßas √† sua baixa lat√™ncia, que √© o tempo que os dados demoram para trafegar. ‚ÄúNo caso do 5G, esse tempo √© menor do que um piscar de olhos‚ÄĚ.

O edital do leil√£o 5G est√° no Tribunal de Contas da Uni√£o (TCU) para an√°lise e deve ser lan√ßado at√© o fim deste ano. ‚ÄúVamos liberar a outorga do direito de uso da frequ√™ncia, que s√£o essas vias por onde os sinais trafegam‚ÄĚ, diz o presidente da Anatel.

Segundo ele, esse n√£o ser√° um leil√£o arrecadat√≥rio. Isso porque al√©m da implanta√ß√£o do 5G, as empresas ter√£o compromissos de investimentos como a cobertura de internet em estradas brasileiras e em localidades que ainda n√£o contam com internet nenhuma. ‚ÄúEspera-se que, em 20 anos, sejam de mais de R$ 40 bilh√Ķes em investimentos‚ÄĚ, diz.


19 de abril de 2021
Brasil

Site do Detran-BA amanhece fora do ar após ataque de hackers

O site do Departamento Estadual de Tr√Ęnsito da Bahia (Detran-BA) amanheceu fora do ar nesta segunda-feira (19) ap√≥s a a√ß√£o de um grupo de hackers.

O Detran informa que a queda não irá afetar os serviços de habilitação e veículos, que estão sendo ofertados normalmente por meio de agendamento no site do SAC Digital e no aplicativo.

Ao tentar acessar o portal, o usu√°rio ir√° encontrar a mensagem de ‚ÄúERR_CONNECTION_REFUSED‚ÄĚ, que pode ser confundida com alguma queda na internet, por√©m a p√°gina foi retirada do ar devido √† invas√£o.

A a√ß√£o √© creditada ao perfil ‚ÄėNDAmazonas‚Äô, que no Twitter zombou da seguran√ßa da p√°gina. ‚ÄúDetran Bahia, sua seguran√ßa?? √© falha!‚ÄĚ.

Esta é a segunda vez que um órgão do Governo da Bahia sofre um ataque de hackers. Em março, o site da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) foi alvo de um ataque cibernético.